Área Restrita

Últimas Notícias

Obrigações do Dia

  • 19/Julho/2019
  • IRRF | Imposto de Renda Retido na Fonte.
  • Cofins/CSL/PIS-Pasep | Retenção na Fonte.
  • COFINS/PIS-Pasep | Entidades financeiras.
  • DCTF Mensal | Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais.
  • Informe de Rendimentos Financeiros - PJ
  • INSS | Previdência Social.

Indicadores Econômicos

Moedas - 17/07/2019 13:21:03
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,761
  • 3,761
  • Paralelo
  • 3,730
  • 3,920
  • Turismo
  • 3,740
  • 3,960
  • Euro
  • 4,223
  • 4,225
  • Iene
  • 0,035
  • 0,035
  • Franco
  • 3,810
  • 3,811
  • Libra
  • 4,677
  • 4,678
  • Ouro
  • 169,830
  •  
Mensal - 06/05/2019
  • Índices
  • Fev
  • Mar
  • Inpc/Ibge
  • 0,54
  • 0,77
  • Ipc/Fipe
  • 0,54
  • 0,51
  • Ipc/Fgv
  • 0,35
  • 0,65
  • Igp-m/Fgv
  • 0,88
  • 1,26
  • Igp-di/Fgv
  • 1,25
  • 1,07
  • Selic
  • 0,49
  • 0,47
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,59
  • 0,59
  • TR
  • -
  • -

Cuidados na hora de pedir para antecipar restituição do IR

A maioria dos bancos já iniciou a oferta de linhas de crédito para a restituição antecipada do Imposto de Renda (IR) deste ano, referente a valores recebidos em 2015.

Essa pode ser uma alternativa para os contribuintes que estão com o orçamento apertado. Segundo o professor da faculdade Mackenzie Rio, Marcelo Anache, o crédito de IR dado pelos bancos pode ser a melhor opção para quitar dívidas.

“Os bancos emprestam aos correntistas o crédito de Imposto de Renda que será devolvido pela Receita Federal a partir de junho. Em troca, cobram juros de, no mínimo, 2,25% ao mês. Para o contribuinte, a vantagem desse crédito são os juros inferiores aos de outras linhas”, afirma Anache.

No entanto, o professor alerta que é recomendável o crédito ser contratado apenas para quitar débitos mais caros. Segundo ele, apesar dos juros do banco serem menores que outros, o melhor é utilizar a restituição apenas para pagar dívidas mais urgentes, como de cheque especial e cartão de crédito, que geram altos juros em caso de atraso.

Além disso, antecipar a restituição de IR para investir não seria uma boa ideia. “É possível obter, investindo em um fundo, uma rentabilidade que pode chegar a 1,5% ao mês. Mas como as taxas de juros cobradas pelos bancos na antecipação do IR são maiores que 2%, o investidor pode perder dinheiro”, afirma.

Fonte: www.istoedinheiro.com.br

Site desenvolvido pela TBrWeb
(XHTML / CSS)
AFS Escritório Contábil Ltda
Rua Miguel Couto, 35 - Grupos 503 - Centro - Rio de Janeiro, RJ - CEP 20070 030
Fone: 21 2233 0354 | 21 2516 0792