Área Restrita

Últimas Notícias

Obrigações do Dia

  • 18/Janeiro/2018 – 6ª Feira.
  • IRRF | Imposto de Renda Retido na Fonte.
  • Cofins/CSL/PIS-Pasep | Retenção na Fonte.
  • COFINS/PIS-Pasep | Entidades financeiras.
  • INSS | Previdência Social.
  • EFD - Contribuintes do IPI | Pernambuco e Distrito Federal.

Indicadores Econômicos

Moedas - 17/01/2019 16:37:25
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,743
  • 3,744
  • Paralelo
  • 3,710
  • 3,900
  • Turismo
  • 3,590
  • 3,890
  • Euro
  • 4,262
  • 4,263
  • Iene
  • 0,034
  • 0,034
  • Franco
  • 3,766
  • 3,766
  • Libra
  • 4,854
  • 4,856
  • Ouro
  • 153,780
  •  
Mensal - 06/12/2018
  • Índices
  • Set
  • Out
  • Inpc/Ibge
  • 0,21
  • 0,40
  • Ipc/Fipe
  • 0,39
  • 0,48
  • Ipc/Fgv
  • 0,34
  • 0,48
  • Igp-m/Fgv
  • 1,52
  • 0,89
  • Igp-di/Fgv
  • -
  • 0,26
  • Selic
  • 0,47
  • 0,54
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,55
  • 0,55
  • TR
  • -
  • -

5 dicas para elaborar um planejamento financeiro eficiente

Ao passo que tem uma das maiores taxas empreendedoras do mundo, o Brasil também amarga altíssimos índices de mortalidade empresarial. Por que isso acontece? Os fatores são muitos e variam de acordo com a região, a área do negócio, a experiência dos empreendedores e os motivos que os levaram a empreender. Mas um ponto é comum a praticamente todos os empreendimentos que quebram: planejamento financeiro ruim ou inexistente.

Planejar bem as finanças do seu negócio é crucial, principalmente nas micro e pequenas organizações, que dispõem de menos capital e, por isso, estão mais suscetíveis aos efeitos de instabilidades.

Abaixo, organizamos cinco dicas que vão ajudar você a elaborar um planejamento financeiro eficiente. Confira:

Estimar e separar custos fixos de variáveis


Organize suas despesas de forma que seja possível mensurar com clareza tudo que sai e prever da maneira mais precisa possível os gastos futuros. Para isso, é fundamental que custos fixos sejam destacados dos variáveis.


Pro-labore é despesa

Em muitas empresas pequenas, não há uma especificação do que é o pro-labore e, em alguns casos, sequer a identificação desse tipo de retirada nas planilhas. É preciso entender desde cedo que nem tudo que “sobra” depois de pagar todas as contas vai diretamente para a conta do empreendedor. O ideal é prever um valor fixo para o pro-labore, que nada mais é do que o “salário” do empresário, e nunca retirar mais do que ele a cada mês.

Reservar para investimentos e emergências


Além de cobrir os custos operacionais e retirar seu pro-labore, o empreendedor precisa prever em seu orçamento algumas reservas estratégicas. São elas: verba para investimentos futuros e fundo de reserva para emergências. Trabalhar sempre com o orçamento no limite é um risco alto. Qualquer momento desfavorável pode complicar muito a situação da empresa.


Indicadores financeiros

Quase ninguém em PMEs dá atenção a isso, mas levar em consideração índices como o de inflação e da taxa de juros pode fazer grande diferença em seu planejamento financeiro. Algumas despesas podem ficar maiores ou menores dentro de alguns meses e prever isso pode ajudar seu negócio a escolher o melhor caminho a ser percorrido até lá.

Software

Organizar o fluxo de caixa é um dos primeiros desafios enfrentados pelos empreendedores de pequenos negócios, que muitas vezes precisam utilizar programas complexos e confusos. Em outros casos, eles sequer utilizam softwares e mantêm uma gestão sofrível de suas finanças. O QuickBooks ZeroPaper é uma boa opção para facilitar esse trabalho. O sistema oferece um ambiente simples e completo, com recursos gratuitos e fáceis de utilizar.

Fonte: administradores.com.br

Site desenvolvido pela TBrWeb
(XHTML / CSS)
AFS Escritório Contábil Ltda
Rua Miguel Couto, 35 - Grupos 503 - Centro - Rio de Janeiro, RJ - CEP 20070 030
Fone: 21 2233 0354 | 21 2516 0792