Área Restrita

Últimas Notícias

Obrigações do Dia

  • 29/Março/2019
  • IOF | Imposto sobre Operações Financeiras.
  • COFINS/PIS-PASEP | Retenção na Fonte – Autopeças
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração mensal.
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração trimestral
  • IRPJ/CSL - Lucro real anual - Saldo de 2018
  • IRPJ | Imposto de Renda Pessoa Jurídica | Renda variável
  • IRPJ/Simples Nacional | Ganho de Capital na alienação de Ativos
  • IRPF | Imposto de Renda Pessoa Física
  • FINOR/FINAM/FUNRES | Apuração mensal
  • FINOR/FINAM/FUNRES | Apuração trimestral
  • REFIS/PAES | Programa de Recuperação Fiscal
  • REFIS | Programa de Recuperação Fiscal
  • PAEX 1 | Parcelamento Excepcional
  • PAEX 2 | Parcelamento Excepcional
  • Simples Nacional | Parcelamento Especial
  • INSS | Previdência Social | Simples Nacional | Parcelamento Especial
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro | Profut || Parcelamento de débitos junto à RFB e à PGFN
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Recuperação Previdenciária dos Empregadores Domésticos - Redom (Parcelamento de débitos em nome do empregado e do empregador domésticos junto à PGFN e à RFB)
  • DOI | Declaração de Operações Imobiliárias
  • DME | Declaração de Operações Liquidadas com Moeda em Espécie
  • Declaração de Benefícios Fiscais (DBF)
  • Informações prestadas pelas entidades de previdência complementar, sociedades seguradoras e administradoras de Fapi
  • Declaração de Rendimentos Pagos a Consultores por Organismos Internacionais (Derc)
  • Declaração de Transferência de Titularidade de Ações (DTTA)

Indicadores Econômicos

Moedas - 25/03/2019 16:48:29
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,858
  • 3,859
  • Paralelo
  • 3,850
  • 4,060
  • Turismo
  • 3,700
  • 4,010
  • Euro
  • 4,363
  • 4,366
  • Iene
  • 0,035
  • 0,035
  • Franco
  • 3,888
  • 3,888
  • Libra
  • 5,089
  • 5,091
  • Ouro
  • 162,210
  •  
Mensal - 14/02/2019
  • Índices
  • Dez
  • Jan
  • Inpc/Ibge
  • 0,14
  • 0,36
  • Ipc/Fipe
  • 0,09
  • 0,58
  • Ipc/Fgv
  • 0,21
  • 0,57
  • Igp-m/Fgv
  • -0,49
  • 0,01
  • Igp-di/Fgv
  • -0,45
  • 0,07
  • Selic
  • 0,49
  • 0,54
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,56
  • -
  • TR
  • -
  • -

Indicadores da economia apontam para possibilidade de redução da taxa Selic

A Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ) avaliou que os números recentes do Produto Interno Bruto (PIB) e das condições internas de crédito sinalizam para a possibilidade de redução da taxa básica de juros Selic, mantida hoje (31) pelo Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central em 14,25%, mesmo patamar desde julho do ano passado.

Considerando dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a Fecomércio-RJ considerou que “o PIB do segundo trimestre recuou pela sexta vez consecutiva, com forte redução dos investimentos na comparação com igual período do ano passado. Além disso, mesmo em meio à estabilidade da Selic, os juros médios subiram significativamente para empresas e consumidores brasileiros. Seu patamar na ponta, na média, mais do que o dobro da Selic (33%), e sua evolução no último ano comprovam o espaço existente para a redução das taxas, de modo a ampliar o dinamismo das concessões e a recuperação do setor produtivo”.

Também a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) aposta que a mudança de rumo da política econômica impulsionou a confiança de empresários e consumidores, “abrindo espaço para que a atividade econômica desse os primeiros sinais de recuperação”.

Em nota, a entidade observou, entretanto, que a volta do crescimento depende da confirmação das medidas fiscais propostas pelo governo de Michel Temer, agora empossado na Presidência da República. “A redução dos gastos públicos é fator-chave, não só para conter a escalada da dívida como também para abrir espaço para a queda da inflação e da taxa de juros”.

O Sistema Firjan sugere que o novo governo deve trabalhar de maneira firme pela aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que limita o crescimento dos gastos à inflação e, também, na proposta de reforma da Previdência.

Fonte: administradores.com.br

Site desenvolvido pela TBrWeb
(XHTML / CSS)
AFS Escritório Contábil Ltda
Rua Miguel Couto, 35 - Grupos 503 - Centro - Rio de Janeiro, RJ - CEP 20070 030
Fone: 21 2233 0354 | 21 2516 0792