Área Restrita

Últimas Notícias

Obrigações do Dia

  • 18/Janeiro/2018 – 6ª Feira.
  • IRRF | Imposto de Renda Retido na Fonte.
  • Cofins/CSL/PIS-Pasep | Retenção na Fonte.
  • COFINS/PIS-Pasep | Entidades financeiras.
  • INSS | Previdência Social.
  • EFD - Contribuintes do IPI | Pernambuco e Distrito Federal.

Indicadores Econômicos

Moedas - 15/01/2019 17:41:48
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,725
  • 3,725
  • Paralelo
  • 3,690
  • 3,880
  • Turismo
  • 3,570
  • 3,870
  • Euro
  • 4,242
  • 4,245
  • Iene
  • 0,034
  • 0,034
  • Franco
  • 3,769
  • 3,769
  • Libra
  • 4,740
  • 4,742
  • Ouro
  • 151,870
  •  
Mensal - 06/12/2018
  • Índices
  • Set
  • Out
  • Inpc/Ibge
  • 0,21
  • 0,40
  • Ipc/Fipe
  • 0,39
  • 0,48
  • Ipc/Fgv
  • 0,34
  • 0,48
  • Igp-m/Fgv
  • 1,52
  • 0,89
  • Igp-di/Fgv
  • -
  • 0,26
  • Selic
  • 0,47
  • 0,54
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,55
  • 0,55
  • TR
  • -
  • -

Ministro do Trabalho prevê saldo positivo de empregos formais em maio

Ronaldo Nogueira não soube informar, porém, se haverá criação de empregos com carteira assinada em abril deste ano.

O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, afirmou nesta sexta-feira (12), após cerimônia que marcou um ano de governo do presidente Michel Temer, que o saldo de empregos formais deverá ser positivo em maio deste ano.

Ele não soube, porém, informar se haverá criação de empregos formais também em abril, cujos números ainda não foram divulgados. Em fevereiro deste ano, após 22 meses com mais demissões do que contratações com carteira assinada, o Brasil voltou a gerar empregos. Porém, em março o resultado voltou para o vermelho.
"Não tenho ainda os dados de abril. A economia é um conjunto. Espero que em abril possamos comemorar números positivos. Espero saldo positivo em maio", declarou o ministro do Trabalho.
Pressionado por jornalistas, ele não assegurou, entretanto, que o emprego formal continuará no azul nos meses subsequentes, depois de maio.
"O resultado de todo esse movimento, principalmente que os trabalhadores farão na utilização dos recursos do FGTS [das contas inativas], vai trazer um aquecimento no comércio, com efeitos potivos em toda cadeia", declarou Ronaldo Nogueira.

Segundo ele, o aumento da "segurança" do trabalhador e o "humor manifesto sinalizado pelo mercado", "tendo em vista que os números do desemprego vem caindo sistematicamente, é natural que você chegue no fundo e retome novamente a empregabilidade".

Fonte: G1.globo.com

Site desenvolvido pela TBrWeb
(XHTML / CSS)
AFS Escritório Contábil Ltda
Rua Miguel Couto, 35 - Grupos 503 - Centro - Rio de Janeiro, RJ - CEP 20070 030
Fone: 21 2233 0354 | 21 2516 0792