Área Restrita

Últimas Notícias

Obrigações do Dia

  • 25/Março/2019
  • DCTF Mensal | Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais
  • DCTF - Inativa | Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais
  • IRRF | Imposto de Renda Retido na Fonte
  • COFINS
  • PIS/Pasep
  • IPI | Imposto sobre Produtos Industrializados

Indicadores Econômicos

Moedas - 25/03/2019 13:16:51
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,868
  • 3,869
  • Paralelo
  • 3,870
  • 4,060
  • Turismo
  • 3,710
  • 4,020
  • Euro
  • 4,378
  • 4,379
  • Iene
  • 0,035
  • 0,035
  • Franco
  • 3,898
  • 3,897
  • Libra
  • 5,097
  • 5,100
  • Ouro
  • 162,210
  •  
Mensal - 14/02/2019
  • Índices
  • Dez
  • Jan
  • Inpc/Ibge
  • 0,14
  • 0,36
  • Ipc/Fipe
  • 0,09
  • 0,58
  • Ipc/Fgv
  • 0,21
  • 0,57
  • Igp-m/Fgv
  • -0,49
  • 0,01
  • Igp-di/Fgv
  • -0,45
  • 0,07
  • Selic
  • 0,49
  • 0,54
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,56
  • -
  • TR
  • -
  • -

Dólar sobe e volta a ser negociado a R$ 3,30

O dólar fechou a quinta-feira (29) em alta ante o real, em movimento de correção e seguindo o mercado externo, com os investidores ainda cautelosos diante a cena política doméstica e deixando de lado algumas notícias positivas, como metas menores de inflação para 2019 e 2020.

Na sessão, a moeda norte-americana avançou 0,7%, a R$ 3,3080 na venda, após recuar 1% na véspera e ir abaixo de R$ 3,30. O dólar futuro tinha alta de cerca de 0,75% no final da tarde.

O dólar subia ante divisas de países emergentes no exterior, como o peso mexicano, com o mercado também realizando lucros após recentes dados de crescimento econômico dos Estados Unidos mais fortes do que o esperado.

Na mínima do dia, logo cedo, o dólar chegou a R$ 3,2744 com maior otimismo após a aprovação da reforma trabalhista em uma comissão no Senado, o que acabou atraindo compradores e invertendo a trajetória de queda do início dos negócios.

Também agradou a fixação das metas de inflação de 2019 e 2020 menores pelo governo, num esforço para mostrar a continuidade de uma política econômica mais austera.

O Banco Central vendeu integralmente a oferta de até 7.600 swaps cambiais tradicionais —equivalente à venda futura de dólares — e concluiu a rolagem dos US$ 6,939 bilhões em contratos com vencimento em julho. Em agosto, segundo dados do BC, vencerão US$ 6,181 bilhões  em swap tradicional.

fonte: noticias.r7

Site desenvolvido pela TBrWeb
(XHTML / CSS)
AFS Escritório Contábil Ltda
Rua Miguel Couto, 35 - Grupos 503 - Centro - Rio de Janeiro, RJ - CEP 20070 030
Fone: 21 2233 0354 | 21 2516 0792