Área Restrita

Últimas Notícias

Obrigações do Dia

  • 19/Julho/2019
  • IRRF | Imposto de Renda Retido na Fonte.
  • Cofins/CSL/PIS-Pasep | Retenção na Fonte.
  • COFINS/PIS-Pasep | Entidades financeiras.
  • DCTF Mensal | Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais.
  • Informe de Rendimentos Financeiros - PJ
  • INSS | Previdência Social.

Indicadores Econômicos

Moedas - 17/07/2019 10:54:29
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,760
  • 3,761
  • Paralelo
  • 3,740
  • 3,930
  • Turismo
  • 3,610
  • 3,910
  • Euro
  • 4,219
  • 4,220
  • Iene
  • 0,035
  • 0,035
  • Franco
  • 3,803
  • 3,803
  • Libra
  • 4,670
  • 4,673
  • Ouro
  • 169,830
  •  
Mensal - 06/05/2019
  • Índices
  • Fev
  • Mar
  • Inpc/Ibge
  • 0,54
  • 0,77
  • Ipc/Fipe
  • 0,54
  • 0,51
  • Ipc/Fgv
  • 0,35
  • 0,65
  • Igp-m/Fgv
  • 0,88
  • 1,26
  • Igp-di/Fgv
  • 1,25
  • 1,07
  • Selic
  • 0,49
  • 0,47
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,59
  • 0,59
  • TR
  • -
  • -

Chrome ganha bloqueador de propaganda; saiba como funciona

Prometido desde o ano passado, o recurso nativo de bloqueio de propagandas do navegador Chrome começa a funcionar a partir de hoje e será ativado para todos os usuários. O sistema, no entanto, não vai bloquear todos os anúncios - apenas aqueles considerados invasivos segundo os padrões da Coalition for Better Ads. E para ajudar os desenvolvedores de sites a entender o que isso significa, o Google fez um post explicando como o adblocker do seu navegador vai funcionar.

Os padrões foram determinados por meio de pesquisas com 40 mil internautas da América do Norte e Europa. Essas pesquisas ajudaram a identificar quais eram os tipos mais irritantes de propagandas que apareciam na internet, e a determinar padrões sobre que tipos de anúncios são aceitáveis e quais não são. Os anúncios que forem considerados "inaceitáveis" segundo esses padrões serão automaticamente bloqueados pelo Chrome.

Quais propagandas?

A empresa fez uma lista com exemplos de propagandas consideradas inaceitáveis, e que serão bloqueadas pelo navegador. Veja abaixo:

Em PCs:

- Pop-ups;

- Propagandas que aparecem antes da página ser carregada e fazem uma contagem regressiva;

- Vídeos que começam a rodar automaticamente com o som ligado;

- Propagandas grandes com posição fixa na tela.

Em smartphones:

- Pop-ups;

- Propagandas que aparecem antes da página carregar;

- Vídeos que começam a rodar automaticamente com o som ligado;

- Propagandas que se iniciam (e têm contagem regressiva) quando o usuário clica em algo;

- Quando mais de 30% da página é composta por anúncios;

- Propagandas piscantes ou animadas;

- Propagandas grandes com posição fixa na tela;

- Propagandas que cobrem a tela toda mas podem ser roladas para baixo.

Para desenvolvedores

Como o bloqueio de propagandas pode acabar afetando a receita de muitos sites, o Google criou também uma ferramenta para desenvolvedores. Essa ferramenta, chamada de "Ad Experience", ajuda os criadores de sites a encontrar as propagandas "irritantes" de seus sites e a substituí-las por anúncios que não serão bloqueados pelo navegador. O vídeo fala mais sobre o recurso.

Segundo o The Verge, o ícone do bloqueador de publicidade do Chrome aparecerá no menu superior do navegador - no local onde bloqueadores de pop-up costumam aparecer. E a empresa ainda permitirá que os usuários desativem-no para determinados sites, se quiserem. Segundo o Google, esse recurso ajuda a melhorar a experiência de uso da internet tanto para os usuários quanto para os próprios anunciantes: 42% dos sites que foram notificados já resolveram os problemas com seus anúncios.

Fonte: olhardigital.com

Site desenvolvido pela TBrWeb
(XHTML / CSS)
AFS Escritório Contábil Ltda
Rua Miguel Couto, 35 - Grupos 503 - Centro - Rio de Janeiro, RJ - CEP 20070 030
Fone: 21 2233 0354 | 21 2516 0792