Área Restrita

Últimas Notícias

Obrigações do Dia

  • 29/Março/2019
  • IOF | Imposto sobre Operações Financeiras.
  • COFINS/PIS-PASEP | Retenção na Fonte – Autopeças
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração mensal.
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração trimestral
  • IRPJ/CSL - Lucro real anual - Saldo de 2018
  • IRPJ | Imposto de Renda Pessoa Jurídica | Renda variável
  • IRPJ/Simples Nacional | Ganho de Capital na alienação de Ativos
  • IRPF | Imposto de Renda Pessoa Física
  • FINOR/FINAM/FUNRES | Apuração mensal
  • FINOR/FINAM/FUNRES | Apuração trimestral
  • REFIS/PAES | Programa de Recuperação Fiscal
  • REFIS | Programa de Recuperação Fiscal
  • PAEX 1 | Parcelamento Excepcional
  • PAEX 2 | Parcelamento Excepcional
  • Simples Nacional | Parcelamento Especial
  • INSS | Previdência Social | Simples Nacional | Parcelamento Especial
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro | Profut || Parcelamento de débitos junto à RFB e à PGFN
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Recuperação Previdenciária dos Empregadores Domésticos - Redom (Parcelamento de débitos em nome do empregado e do empregador domésticos junto à PGFN e à RFB)
  • DOI | Declaração de Operações Imobiliárias
  • DME | Declaração de Operações Liquidadas com Moeda em Espécie
  • Declaração de Benefícios Fiscais (DBF)
  • Informações prestadas pelas entidades de previdência complementar, sociedades seguradoras e administradoras de Fapi
  • Declaração de Rendimentos Pagos a Consultores por Organismos Internacionais (Derc)
  • Declaração de Transferência de Titularidade de Ações (DTTA)

Indicadores Econômicos

Moedas - 25/03/2019 16:48:29
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,858
  • 3,859
  • Paralelo
  • 3,850
  • 4,060
  • Turismo
  • 3,700
  • 4,010
  • Euro
  • 4,363
  • 4,366
  • Iene
  • 0,035
  • 0,035
  • Franco
  • 3,888
  • 3,888
  • Libra
  • 5,089
  • 5,091
  • Ouro
  • 162,210
  •  
Mensal - 14/02/2019
  • Índices
  • Dez
  • Jan
  • Inpc/Ibge
  • 0,14
  • 0,36
  • Ipc/Fipe
  • 0,09
  • 0,58
  • Ipc/Fgv
  • 0,21
  • 0,57
  • Igp-m/Fgv
  • -0,49
  • 0,01
  • Igp-di/Fgv
  • -0,45
  • 0,07
  • Selic
  • 0,49
  • 0,54
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,56
  • -
  • TR
  • -
  • -

Golpistas telefonam para vítimas instalarem ladrão de senhas bancárias, alerta IBM

A equipe de pesquisadores de segurança digital X-Force alertou nesta terça-feira (4) que golpistas brasileiros estão telefonando para empresas com orientações para realizar um suposto processo de "atualização" do software de proteção do banco. Caso a vítima siga as instruções do criminoso, o computador será contaminado com um vírus que rouba senhas bancárias e pode até derrotar mecanismos avançados de autenticação.

Os especialistas da IBM batizaram o vírus de CamuBot, porque ele está "camuflado" como um software de segurança bancário.

A fraude começa com uma ligação telefônica. O criminoso se identifica como um funcionário do banco e afirma que a vítima precisa visitar um site para determinar se é necessário instalar uma atualização de segurança. O "teste" é falso e sempre retorna um resultado positivo, e a suposta atualização é na verdade o vírus que viabiliza a fraude.

Para diminuir as suspeitas, a praga possui uma tela de instalação, imitando um programa normal.

Quando a instalação é terminada, a vítima já estará em um site falso do banco e receberá uma orientação para digitar as informações da conta e a senha. Nesse momento, a senha da conta é recebida pelo hacker. Caso o criminoso tenha todos os dados necessários para aplicar o golpe nessa etapa, ele desliga o telefone, segundo a IBM.

Depois, o vírus permite que o invasor conecte-se ao computador da vítima. Isso garante que qualquer acesso do criminoso à conta bancária seja realizado pelo mesmo computador do correntista, o que impede o banco de detectar alguma anomalia na região de acesso, por exemplo.

A praga também é capaz de instalar softwares especiais que dão acesso a mecanismos mais fortes de autorização. Isso pode ser um Smartcard ou até um equipamento biométrico, segundo a IBM. As capacidades específicas do código nessa área são incertas. Mas, se essa função for necessária, o criminoso dará mais orientações à vítima para que ela "compartilhe" o dispositivo remotamente.

Segundo a IBM, os ataques com o CamuBot começaram em agosto. A empresa avalia que a praga é consideravelmente mais avançada que os outros programas brasileiros que roubam senhas bancárias. Muitos vírus brasileiros aguardam um acesso ao banco por parte da vítima e apenas bloqueiam a tela com imagens falsas enquanto o bandido realiza transferência fraudulentas.

Hackers 'estudam' a vítima
Segundo a IBM, os ataques envolvendo o CamuBot parecem personalizados para cada vítima, inclusive com modificações nos endereços envolvidos no download do vírus ao computador. A companhia especula que é bastante provável que os criminosos realizem uma pesquisa sobre as empresas que serão alvo do golpe antes de iniciar a chamada telefônica.

É possível que os hackers utilizem redes sociais, listas telefônicas e outros dados para descobrir quem é o dono de uma empresa ou quem teria acesso às informações de acesso à conta corrente.

De acordo com os especialistas, só foram registrados ataques com o CamuBot no Brasil.

Fonte: G1 Globo | 05/09/2018

Site desenvolvido pela TBrWeb
(XHTML / CSS)
AFS Escritório Contábil Ltda
Rua Miguel Couto, 35 - Grupos 503 - Centro - Rio de Janeiro, RJ - CEP 20070 030
Fone: 21 2233 0354 | 21 2516 0792